Vontade venenosa

Vontade de viajar,
Perder-me na imensidão do vazio,
Nadar nas memórias do esquecimento.

Vontade de reduzir a pó
E não recomeçar mais nada!
Vontade de descumprir todos os deveres,
De apagar qualquer vestígio de existência!
Vontade de não dar sentido as coisas,
Vontade de não sentir mais,
Vontade de se afogar mais e mais
Nas lágrimas de minha triste vida.

Vontade leviana e absurda,
Vontade problemática, sentimento morinbundo,
Vontade de esquecer tudo,
Esquecer tudo no mundo,
Adormecer num sono profundo,
Esquecer de viver cada segundo,
Oh! Vontade “arsênica”!
Leve-me a outro mundo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s