Outra estrada

Você diz que quer ficar,
Mas se esconde atrás de palavras,
Palavras de quem quer fazer falta,
Saudade pra matar sua carência?

Você fala como se entendesse a dor
E caminha como se a sentisse,
Mas quem sente dor de verdade
Não quer que ninguém a sinta
Nem de longe, nem suave.

Você diz que quer ficar,
Mas não sabe até que horas,
Sentimentos não tem tempo,
Se quer brincar de chamar atenção:
Pegue beco, vá embora.

Você fala como se tivesse certeza,
Se você estivesse certo, não haveria dúvida!
Mas seus pensamentos sempre dão um passo pra trás,
Você está se confundindo e confundindo cada vez mais.

Você diz que quer ficar,
Mas faz alarde para sair,
Diz que quer sempre ir embora.
Se quer tantor ir,
Vá, simplesmente, caia fora.

Você fala que entende a solidão,
Age como se fosse dono da razão,
Mas nunca precisou tomar sozinho uma difícil decisão,
Você “brinca” com a escuridão
Mas sempre de luzes acesas.

Você acha que quem tem que ficar, fica,
Como se o amor fosse um ônibus, uma parada,
Mas não se esforça, não faz nada,
Seu vício por chamar atenção é tão “modinha”
Que eu preferi seguir pra longe, outra estrada.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Outra estrada

  1. Devaneadora de Ideias disse:

    Muito bom mesmo Ca! Parabéns. *-*
    Beijo, lindo dia :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s