Salve-me

Pegaram meu coração,
Jogaram na porta do inferno
Sufocando minha alma
Que em profundo desespero se corroi.

Sem saber que palavras usar
Aprendi a silenciar meu azar,
Vou esvaindo a última esperança
Este desalento: minha insegurança.

Meu prantos vão de rios a oceano:
Esboço triste e insano.

Tira-me desse pesadelo,
Desse medo,
Salva-me
Dessa dor pronfunda
Que me esmaga,
Que me consome,
Que me destroi.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Salve-me

  1. Muito tocante este pedido de ajuda, Cami querida. Espero que seja apenas um poema. Se não for, sabe que pode contar sempre comigo, não é?
    Um beijo enorme!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s