Sinceridade

Não quero mais nadar neste rio de mágoas,
Não quero me envolver nesse mar de mentiras,
Talvez a sinceridade seja meu pior defeito,
Não quero mas soltar lágrimas sentidas.

Eu prefiro morrer,
Eu prefiro desabar,
Eu dei meu sangue,
Ele se foi em alto mar.

Não quero mais soluçar no silêncio de minha alma,
Não quero me perder em “desimportâncias” vagas,
Às vezes a sinceridade dura, mas às vezes machuca,
A minha sinceridade para ti não vale de nada.

Não quero mais nadar neste rio de mágoas,
Não quero me envolver nesse mar de mentiras,
Talvez a sinceridade seja meu pior defeito,
Não quero mas soltar lágrimas sentidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s