Pequeno forte

Busquei em você a fuga da tristeza,
Busquei o apoio, a certeza,
Te pedi para Deus: o companheirismo, a firmeza.
Da vida, busquei em ti a mais profunda e pura beleza.

Busquei em você tudo o que me completava,
Busquei o proibido,
Busquei o amor sonhador,
O amor divino e avassalador.

Mas as lágrimas me possuíram,
O desespero me levou ao altar,
Não vou mendigar o amor,
Agora a solidão veio para ficar.

E eu me firmei porque
Eu vivi sozinha até o espiríto quebrar,
Aprendi a amar no desprezo,
A orar além das horas de desespero,
Vi nossa linda amizade partir,
Assim, aprendi a “sorrir” e mentir.

Fiz-me em um pequeno forte
Com muitas lágrimas:
Eu não preciso de uma bênção,
Não preciso de uma companhia,
Não preciso errar para acertar,
Não preciso de alguém para culpar.

E eu não preciso odiar,
Não preciso sofrer, nem desesperar no grave do nome,
Não preciso estar na morada desejada de tua paixão,
Não preciso te esperar,
Não preciso de convite
Para entrar no coração que nunca fui bem-quista para amar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s