Silêncio de uma mulher

Sorriso falso, sem vida,
Fechando-se numa quietude,
Sussurrando num canto tímido
Pedaços de tristezas grandiosas.

Qual a beleza do coração choroso,
Se não se ouve seu choro,
Fazendo-se tão aprisionado
E oprimido…
Neste sigilo, onde há beleza?

Num quarto secreto, trancado,
Tão misterioso e isolado,
Cheio de palavras inquietas,
Palavras perturbadas e amedrontadas,
Que saem copiosamente,
Descontroladamente,
Choro que ninguém entende,
Choro que ninguém jamais vai ouvir,
Este é o silêncio de uma mulher.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s